O controle excessivo pode ser extremamente prejudicial. Ele pode piorar os sintomas de condições como ansiedade, depressão e transtorno de personalidade limítrofe. Ele também pode causar isolamento social.

A ansiedade nada mais é do que uma grande angústia porque você não sabe o que virá pela frente e você quer ter o que? Certezas. Então você fica ansioso porque não está conseguindo ter as certezas de que deseja.

Lidar com a incerteza é uma parte inevitável da vida cotidiana. Como não podemos ver o futuro, nunca podemos ter certeza sobre o que exatamente vai acontecer dia a dia.

Pesquisas descobriram que as pessoas variam em sua capacidade de tolerar incertezas. Ou seja, algumas pessoas estão bem em ter muita incerteza em suas vidas, e outras pessoas não conseguem suportar nem uma pequena quantidade de incerteza.

As pessoas ansiosas, principalmente os adultos que se preocupam excessivamente, têm maior probabilidade de serem muito intolerantes à incerteza. Eles geralmente tentam planejar e se preparar para tudo, como forma de evitar ou eliminar a incerteza.

O que há de errado em ser intolerante com a incerteza?

Obviamente, é normal, e até comum, que a maioria das pessoas se sinta um pouco desconfortável com a incerteza. Preferimos saber que o restaurante que vamos serve a comida que gostamos, que haverá pessoas que conhecemos na festa para a qual fomos convidados e que nosso chefe nos diz exatamente o que pensa sobre o desempenho no trabalho.

Esse conhecimento parece mais confortável para nós do que não saber nada sobre o restaurante que vamos, não ter certeza sobre quem estará na festa e não saber se nosso chefe acha que estamos fazendo um trabalho bom ou ruim.

Ser intolerante à incerteza é muito parecido com ter uma alergia. Se você é alérgico ao pólen, por exemplo, espirra e tosse e seus olhos podem ficar vermelhos e lacrimejantes quando expostos a uma pequena quantidade de pólen.

Quando as pessoas que são intolerantes à incerteza são expostas a um pouco de incerteza, elas também têm uma reação forte: se preocupam e fazem tudo o que podem para se afastar, evitar ou eliminar a incerteza.

Mas ser muito intolerante à incerteza pode causar problemas, pois leva a muitos comportamentos cansativos e demorados, causa estresse e ansiedade e é o principal combustível para a preocupação.

Se você não aguenta a incerteza e faz tudo o que pode para se livrar dela, pode ter percebido um problema: é IMPOSSÍVEL livrar-se de toda a incerteza da sua vida.

O que isso significa para você é que todo o trabalho que você está fazendo para se livrar da incerteza é inútil, simplesmente não funciona. Se isso acontecesse, você provavelmente não estaria lutando com ansiedade e preocupação.

 

Então qual é a solução?

Se você não consegue se livrar da incerteza em sua vida, a única maneira de gerenciar sua intolerância à incerteza é aprendendo a ser mais tolerante com a incerteza.

 

Como posso aprender a me tornar mais tolerante?

Mesmo se você concorda que ser mais tolerante com a incerteza seria útil, não é fácil mudar de atitude.

A vida moderna pode estar repleta de eventos fora de seu controle, aparentemente projetados para promover ansiedade e insegurança. O importante é reconhecer os sintomas e fazer algo sobre eles.

Você precisa manter a calma para tomar boas decisões diante da incerteza. Uma maneira fácil de fazer isso está em algo que você deve fazer todos os dias – respirar.

A prática de estar no momento com a respiração treina o cérebro para se concentrar apenas na tarefa em mãos e acalma os pensamentos que distraem. Quando se sentir sobrecarregado, dedique alguns minutos para se concentrar na respiração. Feche a porta, afaste todas as outras distrações e sente-se em uma cadeira e respire. O objetivo é passar o tempo todo focado apenas na sua respiração, o que impedirá sua mente de divagar.

Outra dica importante: pessoas emocionalmente inteligentes não definem a perfeição como alvo porque sabem que não existe uma decisão perfeita em uma situação incerta. Pense nisso: os seres humanos, por nossa própria natureza, são falíveis. Quando a perfeição é o seu objetivo, você sempre fica com uma sensação incômoda de fracasso e acaba gastando seu tempo lamentando o que não conseguiu e o que deveria ter feito de maneira diferente, em vez de aproveitar o que conseguiu.

Mas não hesite em procurar ajuda profissional se não estiver conseguindo lidar com tantas incertezas em sua vida.