Existem diferentes tipos de transtornos de ansiedade, mas estes são os mais comuns:

Fobias

Fobias são medos extremos e irracionais sobre alguma coisa em particular. O medo pode ser tão grande que a pessoa faz um grande esforço para evitá-lo, mesmo que seja inofensivo. Por exemplo, a fobia social é o medo de ser julgado ou envergonhado em público, mesmo em situações cotidianas, como quando se come, fala no trabalho ou conversa fiada. Outro tipo é agorafobia, um medo de espaços abertos. Também é um medo de estar fechado ou longe de um lugar seguro ou da pessoa que faz você se sentir seguro. Pode ser extremamente incapacitante e assustador, e pode deixar as pessoas incapazes de sair de casa.

Explicando melhor a agorafobia

Agorafobia ocorre frequentemente em comorbidade com transtorno do pânico – o que significa que as pessoas geralmente sofrem das duas condições ao mesmo tempo.

É um medo intenso de não ser capaz de escapar de qualquer lugar que você esteja, e muitas vezes pode levar a um impedimento de sair de casa.

As pessoas com agorafobia podem temer situações em que essa ansiedade pode se manifestar e, normalmente, não se sentem confortáveis ou seguras em locais públicos e cheios de gente.

O que é transtorno de ansiedade generalizada?

Transtorno de ansiedade generalizada é uma condição em que suas preocupações o sobrecarregam ao ponto em que sua rotina diária parece difícil de ser realizada, e você tem se preocupado dessa maneira há pelo menos seis meses. Você pode se sentir no limite e ter dificuldade em se concentrar nas tarefas. Pode haver uma tendência a temer e esperar o pior; alguns chamam isso de pensamento catastrófico. Você pode até saber que suas preocupações talvez sejam irracionais, mas você ainda continua sentindo-as.

O que é transtorno obsessivo-compulsivo?

Embora o transtorno obsessivo-compulsivo não seja oficialmente classificado pela American Psychological Association como um transtorno de ansiedade, ele compartilha muitos traços com transtornos de ansiedade comuns, como o transtorno de ansiedade generalizada. Em ambas as condições, você pode saber que seus pensamentos são irracionais, mas se sente incapaz de parar de pensar neles. Muitas vezes, mas nem sempre, esses pensamentos podem dizer respeito a limpeza, sexo ou religião.

No transtorno obsessivo-compulsivo, você também pode pensar que precisa realizar certas ações para aliviar a ansiedade. Por exemplo, você pode não ser capaz de sair de casa sem trancar todas as portas e verificar todos os equipamentos – duas vezes. E a compulsão para realizar essas ações pode dificultar o seu dia.

O que é transtorno do pânico?

Todo mundo provavelmente já experimentou pânico, ou algo assim, pelo menos uma vez na vida: em um avião perturbadoramente turbulento, ou antes de fazer uma apresentação importante, ou depois de perceber que você acertou tudo quando você realmente não deveria. Todos nós conhecemos o sentimento paralisado e as intensas sensações físicas. Mas os ataques de pânico e o transtorno do pânico assumem uma forma diferente. Ataques de pânico têm muitos sintomas físicos e tendem a pico em torno de 10 minutos e podem durar até 30 minutos. Transtorno do pânico é diagnosticado pela frequência desses ataques e a presença de um medo de tê-los.

O que é transtorno de ansiedade social?

Muita gente sabe o que é estar nervoso antes de uma festa, ou quando conhece novas pessoas ou faz um importante telefonema. Aqueles com transtorno de ansiedade social têm versões muito intensas desses medos – temores intensos de serem julgados por outros que os fazem evitar esses tipos de situações.

Para a maioria das pessoas, os medos de situações sociais geralmente desaparecem quando o evento intimidador é enfrentado. Mas no transtorno de ansiedade social, esses sentimentos são persistentes e geralmente duram pelo menos seis meses.