Ansiedade de feriado tende a aparecer na mesma época todos os anos. No Brasil, isso geralmente ocorre antes do Natal e se estende até um pouco após o Ano Novo. Enquanto muitas pessoas ficam sobrecarregadas e estressadas durante as festas de fim de ano, se você tem transtorno de ansiedade generalizada (TAG), essa época do ano pode parecer um gatilho.

Entendendo a Ansiedade Generalizada

É natural sentir apreensão por comprar os presentes certos, viajar para longe de casa ou ver parentes que você não vê há muito tempo. No entanto, quando esse sentimento de apreensão se transforma em noites sem dormir e preocupações intermináveis, o TAG pode estar trabalhando.

Se você não tem certeza se é sua ansiedade generalizada ou apenas uma preocupação normal de férias, pergunte a si mesmo: como uma pessoa racional e típica responderia nessa mesma situação? Se a resposta envolver muito menos ansiedade e preocupação do que você está enfrentando, isso pode sinalizar um problema.

No entanto, se você já foi diagnosticado com transtorno de ansiedade generalizada, é possível que saiba que sua ansiedade está fora de controle, mas se sente impotente para fazer algo a respeito. É por isso que, durante a temporada de férias, é importante elaborar um plano para manter-se equilibrado.

Estresse durante as férias

Por mais que gostemos das férias, elas são inegavelmente uma época estressante do ano. Frequentemente, nos encontramos comprando presentes para pessoas que não conhecemos tão bem, viajando para ver pessoas que não gostamos tanto e geralmente fazendo as coisas de uma maneira comprimida – parece que precisamos embalar o máximo possível. nós podemos. Se você tem TAG, esse sentimento pode ser multiplicado. Às vezes, lidar é quase impossível.

Um problema maior surge quando suas expectativas para esta época do ano não correspondem à realidade. Isso pode levar a sentimentos de depressão ou mais ansiedade, pois você não “mede” o seu ideal imaginado. Portanto, o primeiro passo para lidar com a ansiedade do feriado é começar dizendo para si mesmo “Não tenho expectativas”. Repita isso novamente: “Não tenho expectativas”.

Dicas para sobreviver aos feriados com TAG

Mantenha as coisas simples: não é um concurso ver que você pode comprar um presente caro ou cozinhar uma refeição extravagante. Elimine o máximo de detalhes possível, para que você tenha menos com o que se preocupar. Planeje uma festa em vez de cozinhar uma refeição inteira sozinho. Diga “não” se sentir que sua agenda está sendo preenchida muito rapidamente.

Seja saudável: nesta época do ano, é fácil deixar sua saúde passar. Faça o oposto e certifique-se de comer alimentos saudáveis, beber bastante água, dormir o suficiente e praticar exercícios regularmente. Evite cafeína também.

Limite o tempo de preocupação: não se preocupe o dia inteiro todos os dias. Separe um tempo específico para se preocupar todos os dias. Anote as preocupações que chegam até você durante o dia e, em seguida, resolva-as durante esse horário específico. Crie soluções razoáveis ​​e anote-as também.

Crie um tempo de relaxamento: agende um horário no seu dia para exercícios de relaxamento, como ioga ou meditação. Mesmo uma pequena pausa de 15 minutos é melhor que nada. Beba uma xícara de chá de camomila, se não conseguir sair da sua mesa ou coloque um difusor de óleo essencial com lavanda perto da entrada.

Planeje com antecedência: com razão, tome medidas para planejar sua programação. Confirme os detalhes da viagem e reserve um tempo extra para reduzir a preocupação e a ansiedade. Descubra quem estará nos eventos antes do tempo e, se tiver filhos ansiosos, informe-os também.

Encontre algo para aproveitar: encontre algo nos feriados de que realmente gosta e aguarde ansiosamente. Faça biscoitos ou planeje uma viagem para algum lugar novo. Depende de você, mas escolha algo que o inspire e crie excitação e desejo.

Peça Suporte: Informe as pessoas ao seu redor que talvez você precise de suporte extra nessa época do ano. Pratique um sinal secreto com alguém com quem você esteja próximo e que possa ajudá-lo durante as reuniões, se você ficar sobrecarregado. Peça um abraço, compreensão, apoio incondicional ou o que você precisar que ajude.

Apareça e desapareça: em vez de recusar convites, faça uma aparição. Chegue cedo, ajude na cozinha e saia quando se sentir pronto. Deixe os parentes que gostam de festa continuarem noite adentro – você não precisa ficar. Além disso, se as compras geram ansiedade, apareça logo que o shopping abrir e seja a primeira a sair. E faça isso um mês antes, se puder.

Planeje sua resposta ansiosa: Você tem sua resposta ansiosa pronta? Planeje como você reagirá à crescente ansiedade, como praticar técnicas de redução da ansiedade ou seguir um curso definido de ação, independentemente de como se sinta.